Rádio Santa Clara
Corregedor diz que policial que matou idoso está sendo procurado PDF Imprimir E-mail
Sex, 24 de Janeiro de 2014 13:11

idosoO corregedor adjunto da Polícia Militar do Piauí, tenente coronel Ricardo Lima, informou nesta sexta-feira, 25, que o soldado Paulo Araújo Rosado está foragido após ação em Monsenhor Gil que resultou na morte de um idoso.

 

Ele informou que foi aberto inquérito policial e que o Batalhão e agentes da corregedoria estão fazendo busca para localizar o militar. A Corregedoria informou o soldado Rosado está há nove anos na Polícia Militar e que sua fuga é um complicador para o processo.

 

Pelo código penal militar, ele vai responder pelo crime de homicídio que tem pena de seis a 20 anos. Segundo o coronel Ricardo Lima, serão feitas várias analises como a natureza da ocorrência, se o policial tinha informação que a vítima tinha problemas mentais, a arma usada e a abordagem do policial.

 

O corregedor adjunto disse ainda que há indícios de que o policial já iniciou errado na ação. “Como policial ele deveria ter isolado a área e chamado a autoridade mais próxima para que adotasse as providências. A sua fuga complica no âmbito administrativo. Pelo entendimento direito civil, a fuga é um direito de toda pessoa, e que há indícios de que houve erro operacional”, destacou Ricardo Lima.

 

Crime:

 

Um idoso com deficiência mental foi morto após sofrer tiros pelo policial militar na noite desta quinta-feira, 23, por volta das 18 horas no bairro Cedro. A polícia teria sido acionada para tentar falar com o idoso identificado como Vicente "Blefado", cerca de 70 anos, portador de problemas mentais, depois de uma vizinha reclamar que ele teria pego objetos dela.

 

 

Populares informaram a reportagem que ele teria partido com um pedaço de madeira para cima dos policiais. Um deles disparou um tiro para o chão e "Blefado" não se afastou. Depois disso, o policial teria atirado contra o idoso, que ainda foi levado com vida para o hospital, mas faleceu.

 

cidadeverde

Última atualização em Sex, 24 de Janeiro de 2014 13:17
 
Aprovados no Prouni devem apresentar documentos até esta sexta PDF Imprimir E-mail
Sex, 24 de Janeiro de 2014 11:22

Os estudantes selecionados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) para receber bolsas de estudo no primeiro semestre de 2014 devem apresentar até esta sexta-feira, 24, a documentação nas universidades em que conseguiram o benefício. Caso sobrem bolsas, o Ministério da Educação (MEC) fará uma segunda chamada, no dia 3 de fevereiro.

 

Nesta edição, o Prouni recebeu 1.259.285 candidatos – um recorde –, segundo balanço divulgado pelo MEC no sábado, 18. O número de inscrições chegou a 2.424.354, pois cada estudante poderia fazer até duas opções de instituição e curso.

 

O Prouni oferece bolsas de estudo de quase R$ 8 mil em faculdades particulares do país. Segundo o MEC, nesta edição, estão disponíveis 191.625 bolsas, sendo 131.636 integrais (o governo federal paga 100% da mensalidade) e 59.989 parciais (50%).

 

As bolsas integrais são colocadas à disposição dos candidatos com renda familiar bruta mensal per capita de até 1,5 salário mínimo. Para bolsas parciais, o valor da renda familiar deve ser de, no máximo, três salários mínimos.

 

Cursos de medicina

 

Os cursos de medicina têm as mensalidades mais altas com oferecimento de bolsas de estudo no país. O valor do benefício pode chegar a quase R$ 8 mil, como é o caso da faculdade de medicina da Universidade de Marília (Unimar), no interior de São Paulo. A instituição terá 16 bolsas integrais para o curso, cuja mensalidade é de R$ 7.998,14.

 

Em seguida, entre as bolsas de instituições com as mensalidades mais caras, aparecem a Universidade do Ceuma (Uniceuma), de São Luís (MA), que tem cinco bolsas integrais e nove parciais para medicina, com mensalidade de R$ 6.036,90; a Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), com 14 bolsas integrais e mensalidade de R$ 5.950,00; e a Universidade Cidade de São Paulo (Unicid), que oferece três bolsas integrais e seis parciais em medicina, cuja mensalidade é de R$ 5.949,00.

 

Em todo o Brasil, os cursos com o maior número de bolsas oferecidas são os de administração (21.252), pedagogia (14.773) e direito (13.794). Mais da metade das bolsas disponíveis está concentrada em São Paulo.

 

Opção ao Sisu

Para participar do Prouni, o aluno não pode ter tirado zero na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e precisa ter obtido nota superior a 450 pontos na prova. O programa é uma opção para quem não foi aprovado no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), mas ainda quer fazer uma faculdade particular com mensalidade paga pelo governo federal.

 

No Prouni, pode participar o estudante brasileiro que ainda não tem diploma de curso superior, que tenha feito o Enem em 2013 e atenda a pelo menos uma das condições a seguir:

I - Tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;

II - Tenha cursado o ensino médio completo em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;

III - Tenha cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;

IV - Seja pessoa com deficiência;

V - Seja professor da rede pública de ensino, no efetivo.

 

Para os concorrentes a uma bolsa parcial, há ainda os benefícios do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O candidato poderá fazer um empréstimo, a juros baixos, para custear os outros 50% da mensalidade do curso, sem a necessidade de um fiador. Para isso, é necessário que a instituição para a qual o estudante foi selecionado tenha firmado um termo de adesão ao Fies e ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (Fgeduc).

 

 

Além disso, é permitida às instituições a realização de um processo seletivo próprio para os candidatos pré-selecionados no Prouni. Essa informação deve ser fornecida no momento da inscrição. Nesses casos, as universidades que optarem por fazer um processo de seleção próprio deverão comunicar formalmente os estudantes – no prazo máximo de 24 horas após a divulgação dos resultados das chamadas – sobre a natureza e os critérios de aprovação. Esses pré-requisitos não poderão ser mais rigorosos que aqueles aplicados aos alunos selecionados em seus processos seletivos regulares (via vestibular). Também é vedada a cobrança de qualquer tipo de taxa para a realização de uma seleção própria.

 

 

G1

Última atualização em Sex, 24 de Janeiro de 2014 11:34
 
Servidores dos Correios Paralisam atividades a partir do dia 30 PDF Imprimir E-mail
Sex, 24 de Janeiro de 2014 10:31

correiosFuncionários dos Correios decidiram paralisar suas atividades a partir do dia 30 de janeiro em todo o território nacional. A decisão ocorreu após uma deliberação na 37ª Plenária Nacional da FENTECT (Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores da ECT), ocorrida em Brasília nos últimos dias 18 e 19.

 

Segundo a assessoria dos Correios no Piauí, o movimento seria uma resposta da categoria contra a privatização do plano de saúde (Correios Saúde), já que com a implementação da Postal Saúde, o Correios Saúde, se tornaria inviável para os funcionários, que terão de arcar com despesas adicionais para manter a cobertura de seus dependentes, além de pagar um percentual maior em cada procedimento médico.

 

O Postal Saúde consiste em uma empresa de capital misto que em janeiro deste ano passou a gerir o plano de mais de 120 mil funcionários no Brasil.

 

 

Os funcionários dos Correios no Piauí estão preparando um ato público contra a privatização do Correios Saúde em todas as capitais brasileiras nesta sexta-feira, 24, no pátio do Edifício Sede dos Correios (Centro de Teresina) a partir das 17:00h.

 

portalaz

Última atualização em Sex, 24 de Janeiro de 2014 16:32
 
<< Início < Anterior 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 Próximo > Fim >>

Página 100 de 851

DEPARTAMENTO COMERCIAL

(89)9930-9050
(89)9401-8521

REDAÇÃO

(89)3521-1241

REPORTAGEM

(89)9922-6983
(89)9424-6748
(89)9420-8214
(89)9909-2132

EMAIL

piauinoticias@hotmail.com

:: PIAUÍ NOTÍCIAS ::
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
É permitido a reprodução com autorização ou citação de fonte
Desenvolvido por Webmaster THG